Artistas querem saber do prefeito de São Luís, Cadê o Circo?

Por Vanessa Serra (JP Turismo)

Em um movimento democrático e participativo, um grupo representativo de artistas, produtores culturais e entusiastas protocolaram na tarde desta quarta-feira, 02 de fevereiro, ofício para agendamento de reunião com o prefeito de São Luís, Eduardo Braide.

A pauta é para definir a volta  do  Centro Cultural Nelson Brito (Circo da Cidade). De acordo om o Movimento “Cadê o Circo?”, com mais de 30 representantes dos mais diversos setores artísticos, “todos (artistas, produtores culturais, ativistas, cidadãos) sentem a enorme lacuna deixada pelo Circo, enquanto espaço democrático e plural de manifestações artísticas e culturais que integram a história afetiva de São Luís”, escreveram no ofício.

A concentração dos representantes do Movimento Cadê o Circo aconteceu em frente à Prefeitura de São Luís.  Vários artistas como Beto Ehong, Claudina Cotrin, Walter Reis, Totó Sampaio, Marconi Rezende, Ana Técia, Emanuele Paz, produtores culturais, jornalistas, reafirmaram também que a “pauta não é apenas a de reabertura do espaço físico do Circo da Cidade, mas da construção participativa e transparente de uma forma de gestão democrática para que tal espaço público de arte seja uma referência na história cultural de São Luís”.

Importância do Circo da Cidade

O grupo ganhou apoio de diversos seguimentos nas últimas semanas. A simpatia pelo projeto está na memória  que o Circo deixou na cidade. Foi um local de iniciativas culturais que propiciava à sociedade alegria e reflexão criativa, promovendo e difundindo o direito de participação e acesso à Cultura através de manifestações artísticas.

Remanejamento

Em razão de um absurdo projeto político e eleitoreiro, o Veículo Leve sobre os Trilhos (VLT), que sequer saiu do papel e que até hoje causa ônus aos cofres públicos, o Circo da Cidade teve suas lonas desarmadas do Aterro do Bacanga, em 2012. Um desrespeito à classe artística e à população da cidade, que nunca foram consultadas. Mesmo com o projeto de remanejamento do Circo da Cidade para um novo endereço que continua engavetado na Secretaria de Cultura do Município de São Luís.

Classe artística sugere traçar o planejamento do Circo da Cidade - Blog do  Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Pautas a serem debatidas.

Os objetivos são:

  1. Traçar um planejamento com transparência de financiamento e cronograma de construção democrática e participativa para a reabertura do Circo da Cidade, ainda neste ano de 2022;
  2. Dialogar e reunir com os representantes das instituições responsáveis para que apresentem caminhos assertivos para o retorno do Circo da Cidade;
  3. Garantir a montagem do Circo da Cidade em espaço democrático, acessível e seguro para que possam se beneficiar da cultura circense e artística;
  4. Garantir o caráter público, democrático, com gestão participativa e de qualidade do Circo da Cidade, evitando qualquer contrato com setor privado para a governança das suas atividades;
  5. Garantir programas de fomento ao funcionamento, produção, formação e à pesquisa artística;
  6. Apresentar plano e protocolo de cuidado em saúde no contexto da pandemia global do novo coronavírus, que garanta a continuidade das atividades do Circo da Cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *